O papel do Uke no treinamento da Bujinkan

5 coisas que a maioria dos praticantes erram e como isso destrói o nosso Taijutsu:

Como a maioria de vocês sabem, 受け UKE significa “aquele que recebe”.
É muito usado na Bujinkan para rotular quem ataca. Existe um problema com este rótulo, uma vez que fornece informações falsas sobre o papel de UKE.
Quando treino, costumo dizer para o meu UKE resistir aos meus movimentos (isso quando quando são de níveis Dan e já sabem a técnica). Digo para eles que se verem uma abertura, eles têm a obrigação moral de me atacar e me ajudar a aprender.
Eu acredito que a forma como o nosso UKE se comporta tem uma tremenda influência em toda Bujinkan. Por causa do UKE ruim, a técnica de baixa qualidade pode florescer e fornecer uma falsa sensação de segurança.
Acredito que o bom UKE é vitalmente importante para o futuro da Bujinkan.
Então, aqui está minha opinião sobre o papel do UKE no treinamento e os 5 conceitos errados sobre o papel de UKE que destroem o nosso Taijutsu.

  1. UKE é o que recebe a técnica no KATA.
    Enquanto o termo UKE está sendo usado no ensino dos Kata, é usado para descrever o atacante / receptor. Nos Denshō é comum UKE ser descrito como 相手 AITE ou TEKI.
    相手 AITE significa adversário e TEKI significa inimigo, isso significa que aquele que ataca deve assumir o papel do adversário / inimigo, não do receptor. Vamos abordar o termo TEKI. Isto implica que o TEKI fará qualquer coisa para destruir o TORI. Isso significa que TEKI continuará atacando se houver a possibilidade de fazê-lo. Isso significa que o TEKI resistirá à TORI quando receber a oportunidade. Em um treinamento avançado, UKE deve querer ser TORI.
    .
  2. O papel do UKE é ajudar o TORI a aprender o Kata.
    Enquanto na essência isso é verdade, este princípio é mal compreendido e abusado no treinamento. A única maneira de aprender o Kata corretamente é ter um UKE que ataque como um TEKI. Isso significa que o TEKI tem que atacar e responder como um inimigo real. A maioria dos praticantes da Bujinkan atacam uma vez e depois ficam ali como vítimas humildes que passam por todas as fantasias que você pode imaginar. Isso não ajuda o TORI a aprender a forma correta, ajuda o TORI a desenvolver ilusões sobre o que é possível em situações da vida real e da morte.
    .
  3. UKE é menos habilidoso que TORI.
    Tradicionalmente em KORYŪ, o UKE é mais habilidoso que o TORI.
    Isso significa que ele é capaz de encontrar falhas, aberturas e falhas na técnica do TORI, que ele pode colocar TORI sob pressão para que o TORI possa praticar de forma realista. Com iniciantes menos pressão e com níveis de Dan, com maior pressão. Seu trabalho é apontar os erros e trazer cada falha à superfície. Na vida real, seu oponente é geralmente mais forte e mais rápido que você.
    Tradicionalmente, o Ninja lutaria contra outros guerreiros habilidosos.
    Assumir que seu oponente será menos habilidoso irá machucá-lo ou matá-lo. Devemos sempre considerar nosso inimigo como sendo muito perigoso e habilidoso.
    .
  4. UKE deve relaxar e não resistir ao TORI.
    Este é um conceito que circula pelos Dōjō da Bujinkan em todo o mundo e está destruindo nossa bela arte. Se o UKE não resiste, todo o realismo desaparece das técnicas. Na vida real, o seu inimigo sempre resistirá quando tiver a chance. Há um momento certo para o treinamento sem resistência para iniciantes. No momento em que eles aprendem a forma apropriada, eles precisam da liberdade para se mover e aprender a forma, mas no momento em que eles mostram sinais de uma forma adequada, deve-se começar a pressionar gradualmente para garantir que a forma correta seja forjada no realismo e possa ser mantida sob pressão e com resistência.
    .
  5. Quando o equilíbrio de UKE é quebrado, o TORI pode fazer o que quiser.
    Um dos maiores equívocos no treinamento da Bujinkan é que, quando você quebra o equilíbrio de UKE, você está seguro. Na vida real, TEKI fará tudo para garantir que seu equilíbrio não seja quebrado, ele fará de tudo para recuperar o equilíbrio rapidamente e atacar novamente.
    A grande maioria dos UKE da Bujinkan permitirão que seu equilíbrio seja quebrado e não farão nada para se recuperar. Dando ao TORI a falsa segurança sobre o adversário. Isso não está ajudando o TORI, mas ainda pior é a instalação de maus hábitos em seu movimento e no seu instinto, o que o matará na vida real.

Para finalizar, além de colocar em prática tudo o que foi citado acima, acrescento a importância de praticar com parceiros diferentes, cada pessoa possui uma estrutura física diferente, umas são mais flexíveis, outras são menos flexíveis e mais duras, corpos mais leves, corpos mais pesados, níveis técnicos diferentes, movimentações diferentes. Afinal, na vida real, nunca sabemos qual tipo de inimigo possamos ter que enfrentar, caso isso ocorra, é melhor estar devidamente preparado.

Mesmo que não vivemos em guerra, é melhor estar preparado.

“É melhor ser um guerreiro em um jardim, ao invés de ser um jardineiro em uma guerra.”

       

Deixe um Comentário

ASSUNTO

 

POINT MERCADO PAGO

 

POINT MINI

 
Compre por aqui e ganhe um desconto.

MINI CHIP

 
Compre por aqui e ganhe um desconto.

POINT PRO

 
Compre por aqui e ganhe um desconto.

Facebook

 

Publicidade

 

Invista em criptomoedas na maior corretora do mundo!

Endereço

 

Rua Pedro José Lorenzini, 320
Centro
São Caetano do Sul – SP
(ver mapa)

Dias e Horários das Aulas:
Sábados: Das 16:30 às 18:00

028347
Visitantes Hoje : 59
Visitantes Ontem : 38
Esse Mês : 828
Esse Ano : 3225
Seu IP : 136.243.228.179
error: Conteúdo Protegido!!!
Achou que ia ser fácil roubar de um site de Ninja?!